AVALIAÇÃO COMPARATIVA DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DE ÓLEO DE ALECRIM 
(Rosmarinus officinalis) E CONSERVANTES QUÍMICOS UTILIZADOS EM BASES COSMÉTICAS
COMPARATIVE EVALUATION OF ANTIMICROBIAN ACTIVITY OF ALECRIM OIL (ROSMARINUS OFFICINALIS) AND CHEMICAL CONSERVATIVES USED IN COSMETIC BASES


Janara de Camargo Matos 
Faculdade de Tecnologia de Praia Grande

Nina Rosa Santos Cruz
Faculdade de Tecnologia de Praia Grande

Palavras-Chave: Conservantes. Óleos essenciais. Atividade antimicrobiana.



RESUMO

A contaminação microbiana tem sido um dos problemas mais importantes da indústria cosmética, uma vez que pode abrigar microrganismos potencialmente patogênicos à saúde humana.  A escolha das substâncias com atividade antimicrobiana que serão incorporadas aos cosméticos para prevenir a contaminação deve ser feita de forma criteriosa, em concentrações adequadas que garantam eficácia e segurança. Os conservantes químicos disponíveis no mercado apresentam, sem exceção, algum risco de hipersensibilidade e, por isso esforços têm sido direcionados para o desenvolvimento de compostos naturais com atividade antimicrobiana com o propósito de reduzir ou substituir conservantes químicos tradicionais. Os óleos essenciais transformaram-se em géis, cremes, loções e hoje, estudos demonstram o seu possível uso como agentes conservantes naturais. Este trabalho tem o objetivo de verificar se o óleo de alecrim (Rosmarinus officinalis) é eficaz como conservante para bases cosméticas comparado aos conservantes químicos metil e propil parabenos. O método utilizado foi o teste de difusão em ágar onde utilizaram-se diferentes concentrações dos conservantes contra a bactéria Escherichia coli e o fungo Candida albicans. Os resultados indicaram que o óleo essencial de alecrim apresenta potencial intermediário de atividade bacteriostática, uma vez que produziu halos de inibição, porém menores do que os produzidos pelos parabenos. A pesquisa apresentou resultados importantes, embora sejam necessários estudos mais detalhados sobre rendimento, custo de produção e desempenho com outras concentrações desse óleo, para elucidar sua verdadeira bioatividade, seu potencial terapêutico e sua utilidade clínica.



Publicado
10/2019


Como citar
MATOS, J. C.; CRUZ, N. R. S. A avaliação comparativa da atividade antimicrobiana de óleo de alecrim (Rosmarinus Officinalis) e conservantes químicos utilizados em bases cosméticas. Revista Processando o Saber. v. 01, n. 11, p. 01-20, 01 out. 2019.


Edição
Ano 11 -  n. 11 (2019) 
Revista Processando o Saber
ISSN 2179-5150 - versão on-line




Os direitos autorais dos artigos publicados pertencem à revista Processando o Saber. É permitida a reprodução parcial ou integral dos artigos em outros meios de divulgação, com a condição da completa citação da fonte e respectiva referência. Os artigos assinados expressam unicamente a opinião de seus autores. A submissão dos artigos à Revista Processando o Saber pressupõe o conhecimento dos termos aqui explicitados e condiciona a aceitação de suas condições.